Prontuário eletrônico: implemente essa tendência no seu consultório

6 minutos para ler

Recurso simples e já estabilizado, o prontuário eletrônico é indispensável para a rotina dos profissionais de odontologia. A praticidade, o fácil acesso e outras características fazem com que esse documento dê maior dinamismo e segurança na gestão de informação de pacientes. Tudo feito em âmbito digital e remotamente!

Para a rotina de um consultório, lidar com dados, registros e atualizações da situação dos pacientes é algo importante e constante. A opção de ter todas essas informações em uma plataforma digital é a melhor maneira de tornar tudo mais simples. Hoje, é praticamente impossível trabalhar sem o suporte da tecnologia!

Neste post, entenderemos mais sobre o prontuário eletrônico e a importância dele ser implementado o mais rápido possível no seu consultório. Confira!

Entenda melhor o que é o prontuário eletrônico

O prontuário eletrônico não é nenhuma novidade, já que no Brasil teve a sua regulamentação estabilizada em 2002. Ainda assim, ao longo dos anos, esse recurso se desenvolveu até chegar à importante ferramenta que é atualmente.

Não há mistérios na hora de entendê-lo: trata-se da ficha médica do paciente, ou seja, de todo o seu registro de informações, porém, em um documento digital que pode ser mais facilmente atualizado. No prontuário, uma série de dados e eventos são registrados, entre eles:

  • informações sobre consultas;

  • exames;

  • procedimentos;

  • atualização de tratamentos;

  • cirurgias;

  • condutas.

De modo geral, o prontuário funciona como um verdadeiro histórico de cada paciente. Naturalmente, as informações contidas no registro digital serão atualizadas com o passar do tempo, mostrando os resultados do tratamento, das consultas e de qualquer procedimento realizado.

O funcionamento

O prontuário eletrônico funciona em uma ferramenta inserida em um ambiente online. Todas as fichas dos pacientes ficam salvas em um servidor, ou seja, em um local fora de um computador, por exemplo. Isso possibilita o acesso remoto, o que é uma das principais diferenças para as práticas tradicionais.

A qualquer hora e momento esses prontuários estarão à disposição do dentista, sem que seja necessário se prender a somente um computador. Em uma situação de migração de consultório, o que acontece bastante, o profissional consegue levar consigo todo o histórico de pacientes para onde ele for.

O impacto na gestão do consultório

Uma das grandes questões que envolvem gerenciar um consultório é justamente ter organização com os registros dos pacientes. Não é simples manter um arquivo bem organizado, especialmente quando se usa fichas tradicionais. Papéis se acumulam, podem se degradar com o tempo e, além disso, ocupam espaço excessivo.

Os prontuários eletrônicos são isentos de todos esses problemas. Seu armazenamento, nas ferramentas mais modernas, podem até mesmo ser feitos na nuvem. Ainda, isso não implica na necessidade de espaço no HD de computadores. Tudo pode ser acessado de qualquer lugar, basta uma conexão!

Na prática, o prontuário eletrônico representa menos uma preocupação para os profissionais da odontologia e das pessoas que trabalham no consultório. O foco é voltado somente à busca pelo melhor serviço prestado! 

Saiba quais são as vantagens dessa tecnologia

O prontuário eletrônico não deve ser visto como uma opção, mas sim como o caminho a ser seguido quando se trata de gestão de um consultório. Os benefícios que esse recurso proporciona trazem mais segurança, dinamismo e capacidade de controlar, em alto nível, as informações sobre pacientes.

A seguir, veremos detalhadamente quais são os principais pontos de vantagens do uso dessa ferramenta e quais benefícios proporciona diretamente!

Informações em segurança

É sempre importante se preocupar com os dados e outras informações relacionadas aos pacientes. Antes de tudo, é algo que precisa estar em sigilo, ou seja, é fundamental para uma relação de confiança entre as partes. Quando são usados os prontuários de papel, nem sempre isso pode ser garantido.

Além da questão da proteção de informações, o modelo antigo também estará sempre sob o risco do mau armazenamento, de práticas ruins de conservação e também das perdas. Quanto maior for o arquivo de prontuários, maiores as chances de isso acontecer.

O modelo eletrônico se mantém seguro, acessível apenas com senhas e estarão em um ambiente digital. Assim, eles podem ser consultados sempre que for necessário, com riscos nulos de perdas.

Histórico de fácil acompanhamento

Para o profissional da odontologia, ter um acompanhamento do desenvolvimento do paciente é uma das suas necessidades mais importantes. Um tratamento se inicia dentro de um quadro e, com o passar do tempo, as mudanças acontecem. Esse registro histórico é essencial para o maior controle do dentista.

Os prontuários eletrônicos, além de serem fichas técnicas, também trazem, de maneira mais aprofundada, o histórico de tratamento do paciente. Para o profissional, esses registros contínuos são fundamentais para entender os resultados do tratamento e o desenvolvimento obtido em uma linha do tempo.

A partir disso, ele se torna um verdadeiro arquivo, algo que pode ser importante para a tomada de decisões no tratamento. O documento é uma base importante para entender o desenvolvimento do paciente.

Custos reduzidos

Dentistas estão sempre preocupados também com os custos envolvidos na gestão de seu escritório. Além das despesas com materiais, há os valores de aluguel do consultório, contas de energia, internet e telefone, além de salários de secretárias. Em meio a isso tudo, um simples prontuário não precisa ser um gasto a mais.

O modelo tradicional certamente implica em custos desnecessários, que precisariam ser contabilizados no orçamento do negócio. Papel é algo incapaz de ser reaproveitado internamente, ou seja, o fluxo de entrada de novos pacientes pede a compra de mais modelos de prontuário, quando esse ainda é utilizado.

Já no modelo eletrônico, não há despesas a mais! O profissional paga apenas pela plataforma de gestão de documentos, o que é um investimento fundamental para a administração dos processos gerais do consultório.

Implementar um prontuário eletrônico é praticamente obrigatório para dentistas que querem uma gestão fácil, segura e prática para o cotidiano! Esse recurso facilita o trabalho, reduz custos, otimiza espaço e torna o atendimento muito mais rápido e qualificado.

Gostou do conteúdo? Então, assine a nossa newsletter e receba sempre novos posts e novidades do setor no seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe uma resposta