Entenda a importância da fonoaudiologia na odontologia

6 minutos para ler

A saúde bucal está diretamente relacionada com o equilíbrio da fala, da voz e da respiração. Por isso, é essencial que os profissionais entendam a importância da fonoaudiologia na odontologia, oferecendo aos seus pacientes tratamentos completos e alinhados com as suas necessidades.

Muitos especialistas da área de odontologia já investem em parcerias com fonoaudiólogos com o objetivo de agregar qualidade ao trabalho desenvolvido junto aos seus pacientes. Entretanto, ainda é comum encontrar dentistas que desconhecem a importância desse trabalho multidisciplinar.

Pensando nisso, desenvolvemos este post especial que vai ajudar o profissional da área de odonto a compreender de que forma o seu trabalho se beneficia com o conhecimento técnico de fonoaudiólogos e como essas duas áreas de conhecimento podem se complementar na oferta de tratamentos direcionados às particularidades e demandas de cada paciente.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura e descubra!

Integração entre fonoaudiologia e odontologia

A saúde bucal não está atrelada apenas à manutenção estética dos dentes, ou seja, dentes brancos e alinhados não significam, necessariamente, uma boca saudável. Nesse contexto, o acompanhamento odontológico frequente ajuda a manter o bem-estar físico, psicológico e social dos pacientes, identificando possíveis problemas que possam interferir na saúde e na funcionalidade da fala e mastigação.

Quando falamos na integração entre áreas, como a fonoaudiologia e odontologia, devemos pensar na possibilidade de oferecer ao paciente uma solução completa para o seu problema. Imagine, por exemplo, uma pessoa que utiliza aparelho ortodôntico móvel e que está passando por problemas de adaptação. Esse paciente poderá ser encaminhado a um fonoaudiólogo, que terá condições de contribuir para o seu bem-estar físico e social, oferecendo um tratamento odontológico específico para adaptação na fala com o uso do aparelho.

Além disso, alterações ósseas e dentárias podem interferir em funções básicas, como a fala, a deglutição, a respiração e a mastigação. Quando essas funções não são realizadas de forma correta, podem contribuir para o surgimento de alterações dentárias. Nesse sentido, a odontologia e a fonoaudiologia são áreas que se completam.

Enquanto o trabalho da fonoaudiologia é restabelecer funções, como a fala e a mastigação, visando atingir o equilíbrio miofuncional, a odontologia atua no tratamento bucal dos problemas que possam estar interferindo naquele problema.

Na prática, tanto a fonoaudiologia quanto a odontologia buscam oferecer ao paciente o equilíbrio e a estabilidade do seu sistema estomatognático, bem como uma face mais harmoniosa sob o ponto de vista estético, contribuindo para o seu bem-estar de forma geral. É compartilhando esse objetivo que os profissionais das duas áreas devem investir em atuações conjuntas.

Tratamentos odontológicos e atuação fonoaudiológica

Quando falamos na relação prática entre odontologia e fonoaudiologia, não podemos nos esquecer de alguns tratamentos e especialidades específicas, como a odontopediatria. Elencamos a seguir algumas das principais áreas da odontologia e a relação que elas têm com a complementação de um tratamento multidisciplinar fonoaudiológico. Confira!

Buco-maxilo

Pacientes que são submetidos a procedimentos cirúrgicos ortognáticos, direcionados para a correção de deformidades na região do rosto, precisam se adaptar às mudanças trazidas pela cirurgia. Isso inclui funções básicas, como fala e mastigação.

Nesse sentido, o apoio de um fonoaudiólogo no trabalho ajuda em alguns momentos, como o estímulo muscular e a reeducação de processos como a fala, a mastigação e a respiração.

Odontopediatria

As salas de atendimento de fonoaudiólogos costumam se destacar pela presença constante de crianças. Trata-se de uma área que acompanha pacientes desde a fase inicial da vida. Por exemplo, bebês com dificuldade de amamentação devido ao formato do seu freio lingual podem precisar do acompanhamento de um fonoaudiólogo.

A complementação desse tipo de tratamento pode ser feita de forma conjunta com um dentista, que auxiliária na avaliação e na definição do melhor tratamento ao longo da formação da criança.

Ortodontia

Hoje, dentes alinhados fazem parte dos pré-requisitos de quem busca estética facial. Além disso, o desalinhamento dos dentes pode ser sinônimo de problemas relacionados à mastigação, podendo prejudicar o paciente que não aposta em um tratamento.

Em muitos casos, os pacientes que se encontram em processo de tratamento ortodôntico não conseguem ter resultados rápidos e isso pode estar relacionado à posição inadequada da língua, que toca ou empurra os dentes com frequência, interferindo no processo de alinhamento dentário.

A solução para o problema desses pacientes deve ser mesclar o uso do aparelho com o tratamento fonoaudiológico de profissionais especializados. Observando a ocorrência de problemas fonoaudiológicos e aplicando as técnicas adequadas, o paciente apresentará resultados mais rápidos no seu tratamento.

Próteses dentárias

O processo de colocação de próteses dentárias trouxe uma série de benefícios para os pacientes que sofreram ou sofrem com a perda de dentes. Entretanto, assim como acontece com os aparelhos ortodônticos, a colocação de próteses exige um processo de adaptação.

A mastigação é muito afetada com a colocação das próteses. Assim, o profissional fonoaudiólogo auxiliará o paciente no fortalecimento da sua musculatura, agregando força e simetria à mastigação.

Existem diversas outras situações e exemplos de aplicação do conhecimento conjunto de dentistas e fonoaudiólogos. A ideia é que os profissionais conheçam e entendam a importância de um trabalho conjunto, com aplicação de conhecimento e técnicas que visem os melhores resultados para os pacientes atendidos.

Atuação conjunta no tratamento dos pacientes

Uma das dúvidas dos dentistas está em como criar esse processo de atuação conjunta com fonoaudiólogos. Primeiramente, é preciso ter em mente que encaminhar o paciente para um especialista não é suficiente. O cenário ideal prevê a participação ativa e conjunta dos dois profissionais no tratamento.

O contato frequente entre o dentista e o fonoaudiólogo ajuda no processo de diagnóstico do paciente, na análise da evolução, nos tratamentos aplicados e nas eventuais necessidades que possam surgir no decorrer do tratamento.

Um atendimento multidisciplinar contribui tanto para que o atendimento seja mais eficiente quanto para a expansão do conhecimento e a troca de experiências entre as duas áreas. Enriquecer o diálogo entre o fonoaudiólogo e o dentista oportuniza a aplicação das melhores técnicas dentro da área de atuação de cada profissional.

Se você é dentista ou fonoaudiólogo, busque enriquecer o seu trabalho e a entrega de um atendimento exclusivo. Invista na oferta de tratamentos multidisciplinares e em um resultado que supere as expectativas do seu paciente.

Você ficou com dúvidas ou gostaria de compartilhar conosco a sua experiência sobre a importância da fonoaudiologia na odontologia? Então deixe um comentário neste post!

Posts relacionados

Deixe uma resposta